Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘O corpo do vento’ Category

O corpo do vento

Invisível, eu não vi.
Mas impossível era
Não ver que estava ali.

Ainda através da dança,
que não posso ver,
Atravessa-me como num samba.

E, como o campo de centeio,
Era reformada, guiada,
Por este vento de vida cheio.

Assim, quando soou e veio,
Vi em ti o corpo deste vento:
Os dançarinos fios de teu cabelo.

Por: Paulo Ubermensch

08/06/09

O vento te leva como dente-de-leão.

Read Full Post »